josedasilva @ 09:23

Qui, 30/03/06

No último post que efectuei, mencionei a regra dos 80/20, vou tentar enunciar em que consiste a regra dos 80/20.

A regra dos 80/20, também conhecida pelo Principio de Pareto, é enunciada na wikipedia como:

"The principle was suggested by management thinker Joseph M. Juran. It was named after the Italian economist Vilfredo Pareto, who observed that 80% of income in Italy was received by 20% of the Italian population. "

O que se entende pela Regra dos 80/20 ?

Em termos de vida real, é sensato afirmar que que existem certas actividades que se fazem na vida (os seus 20%) que contam pela maioria (os 80%) da sua felicidade ou bem estar, directamente pode-se deduzir que 80% do seu bem estar/felicidade são gerados por 20% do universo das suas actividades, regra dos 80/20.

Pode por seu lado estar a pensar que, 80% da entrada monetário é gerada por apenas 20% das minhas actividades, existem possivelmente um grupo de actividade muito úteis que produzem a maioria do seu rendimento.

A regra dos 80/20 rege a maioria dos casos reais, e a vertente monetária não foge á regra, no entanto a vertende monetária é (ou deveria ser) apenas um meio para atingir um fim, o bem estar e a felicidade.

A regra 80/20 no meu dia a dia

Andei muito anos com o dia a dia a não se reger por esta regra, o que gerava um tráfego inútil e cansaço fisico enorme, até que a resolução do dia D como lhe chamo me mudou o dia a dia e para falar a verdade sinto-me muito mais feliz.

A vertente pessoal

Passava muito tempo do meu dia a efectuar actividade que não apreciava, quer durante a semana, quer ao fim de semana, algumas actividades que não gostamos têm se ser realizadas como todos sabemos, no entanto podem ser balanceadas de outra forma. A resuolução nesta situação foi fácil, há que aprender a dizer não algumas vezes, dizer sim a tudo pode ser prejudicial e até não ser vantajoso para ninguém, muito menos para si.

A vertente profissional

Estudei um mês completo das minhas actividades, e cheguei á conclusão que mais de 90% das minhas actividades no dia a dia era responsáveis por uma percentagem muito pequena, mas muito pequena, do meu rendimento.

O que fiz...

1. Cataloguei todo o tipo de actividade profissional que tinha

2. Separei as actividades que me davam prazer e as que não, em duas colunas, é escusado dizer que a da direita (actividades que não davam prazer era muito maior)

3. Caculei o retorno que tinha em termos percentuais em cada actividade, o resultado foi avassalador.

4. Iniciei o que apelidei da técnica de corte, e risquei muitas das actividades que não davam nem retorno nem satisfação pessoal.

5. Deliniei uma lista de serviços/objectivos que me davam prazer e o que tinha de fazer para chegar a eles.

6. Encurtei a lista de serviços e produtos, ficando apenas com os de maior retorno

Resultado

O tempo dispendido em actividades que me dão prazer aumentou muito, e com a redução do número de produtos/serviços consegui reduzir o volume de tarefas que tenho para efectuar todos os dias.

O mais surpreendente foi que na especialização de serviços, aumetei a qualidade dos produtos e com menos trabalho aumentei o volume de negócios.

Foi assim que usei a regra dos 80/20 na minha vida, pessoal e profissional.



josedasilva @ 09:48

Qua, 29/03/06

Seguindo o plano definido de inicio para divulgação da marca e serviços, contactei recentemente um jornal local da cidade onde se encontra o público alvo e mercado da empresa de que sou sócio, Educabox Lda, de modo a adquirir uma nova campanha de publicidade no referido jornal.

A condição inicial oferecida inicialmente foi, para a aquisição de uma campanha de 4 impressões dos nossos anúncios, tivemos a oferta de uma PubliReportagem, que não é menos do que uma curta entrevista/reportagem sobre a empresa numa edição seguinte.

Nesta campanha estava disposto a adquirir um número igual ou até superior de publicações, desde que pudesse negociar a oferta, uma vez que não estou interessado em PubliReportagem, não é que para meu espanto me é informado que não estão dispostos a efectuar nenhum tipo de oferta nem negociação, isto sem sequer saberem quantas publicações estou interessado, alegando que apenas existem ofertas para primeiras publicações.

Politica de angariação de novos clientes

Pelo que me foi dado a conhecer, por experiência própria, a empresa que detém o meio de comunicação, tem como politica de incentivo a novos clientes efectuar ofertas e/ou descontos sobre a tabela de preços, o que leva a uma boa táctica de incentivo a novos clientes, uma boa estratégia.

Politica de Fidelização

Depois de ter enunciada a situação, penso que já pode adivinhar, que a empresa não só não dispõe de qualquer politica de fidelização de cliente, como a não existência de politica ainda é um iman repelente á continuidade do cliente com a empresa, um péssimo exemplo.

O que deveria ser adoptado? (no meu ponto de vista)

A empresa teria MUITO a ganhar se adoptasse uma estratégia sólida de fidelização de clientes, usando técnicas como:

1. Contacto constante com os clientes existentes com oefrtas de publicações de última hora, preenchendo assim espaços em aberto na publicação próxima, a preços atractivos, garantia uma imagem de proximidade e preocupação com o cliente.

2. Estratégia de motivação ao cliente existente, com ofertas e/ou propostas melhores que para novos clientes, um incentivo ao investimento, está provado que 20% dos clientes já existentes geram 80% do montante de um negócio, a regra dos 80/20.

A importância de uma boa estratégia no relacionamento com o cliente é óbvia para a maioria das pessoas, no entanto em Portugal é levada de ânimo leve, e existe uma spota muito maior em politicas de angariação do que em politicas de fidelização.

Tags:


josedasilva @ 12:22

Ter, 28/03/06

Um website não é mais do que um ponto minúsculo no universo que é a Internet, assim como qualquer espaço/conceito ou negócio criado num canto do mundo. Para mudar este rumo, que é real, há que apostar em divulgação, na Internet é muito comum apostar-se em publicidade paga em portais, à uns anos para cá com a publicidade paga ao click o fenómeno da publicidade online massificou-se, ao invés dos mecanismos usados anteriormente, uma publicidade paga ao click garante ao anunciante uma visita por cada unidade monetária paga.

O método Pay-per-click

Pay-per-click como o próprio nome indica, é um tipo de publicidade em que o anunciante apenas paga por cada click no seu anúncio, ou seja, se o anúncio aparecer no website e ninguém clickar o anunciante não paga valor algum, o que garante 1 visitante por cada valor pago.

Onde fazer publicidade pay-per-click?

Actualmente a publicidade pay-per-click atingiu uma dimensão de tal ordem que praticamente todos os motores de pesquisa e portais o permitem, no entanto uns com maior retorno que outros, dois dos casos onde a publicidade pay-per-click tem uma enorme expressão são o caso do motor de pesquisa Google e Sapo .

Conseguir um maior retorno

Como todos os métodos de publicidade o método pay-per-click também tem os seus segredos e métodos mais correctos de modo a conseguir um maior retorno, no entanto cada local/portal ou motor de pesquisa carece de uma estratégia diferente, alguns dos pontos comuns são:

1. Efectue a compra de expressões o mais exactas possiveis , por exemplo, se quer efectuar uma campanha onde quer vender uma casa, poderia comprar as seguintes palavras:

"casa"

"andar"

"comprar casa"

"comprar andar"

No entanto, existem meios de optimizar as suas palavras de modo a que rentabilize cada click, quando quer vender uma casa , a casa tem uma localização, diga-mos que a casa se situa em Lisboa, não tem interesse para quem quer comprar uma casa em faro ou no Porto, logo restrinja a compra das suas palavras a:

"comprar casa Lisboa"

"comprar andar Lisboa"

Pode ainda comprar as palavras/expressões que incluam a tipologia do seu andar/casa:

"comprar T3 Lisboa"

"comprar moradia Lisboa"

Consegue assim uma aproximação quase exacta ao público alvo.

2. Outra das técnicas é incluir no seu anúncio as palavras que adquiriu, de modo a este ter maior relevância, do exemplo anterior, teriamos um anúncio do tipo.

T3 em Lisboa excelente preço

Vende-se andar T3 em Lisboa

Localizado pero do centro comercial colombo

Consegue assim chamar a atenção e passar toda a informação no anúncio, evitando clicks por engano.

Existem mais métodos de optimização da sua campanha, este são apenas alguns deles.



josedasilva @ 10:13

Seg, 27/03/06

Google Pages O Google lançou recentemente o seu sistema de criação de páginas online. Após alguns testes, as carecteristicas principais do sistema são:

Formatação de Texto

Possibilidade de colocar o texto em negrito e itálico

Escolha da cor do texto através de uma palete gráfica

Escolha da fonte e da dimensão do texto a usar

Alinhamento de texto

Uso de Headers

Outras Características

Possibilidade de envio de imagens e inserção de imagens

Possibilidade de inserção de hiperligações

Escolha do template visual a usar de entre 41 à escolha

Possibilidade de optar por 4 estruturas, layouts para cada template.

Breve e curta análise

Após analisar vejo uma preocupação em o sistema desenhar estruturas tabless, sem recorrer a tabelas para estruturar o documento, no entanto nenhuma das páginas criadas valida o HTML, sendo uma versão beta, vamos esperar que a validação seja tomada em conta até ao lançamento final.

Outra preocupação notada é o de usar endereços search engine friendly.

Exemplo da página usada » http://josedasilva.googlepages.com/

Tags: , ,


josedasilva @ 11:28

Qua, 22/03/06

Deixei de ver noticiários desde que me modei para Lisboa, mudar em termos profissionais, e sou muito mais feliz desde então. Ontem num dia anormal consegui ver um noticiário e fiquei com a mesma impressão de à 3 meses, os noticiários deveriam ter apenas 15 minutos.

Porquê ?  

Porque as noticias sobre acontecimentos maus, as energias negativas que emanam de um noticiário, deixam-me indisposto de sem ânimo. Um destes dias vou contabilizar o tempo que tem uma noticia boa num noticiário que normalmente demora cerac de 60 minutos, quase que apostava em como não é mais de minuto e meio.

Hoje de manhã era, o Euribor subiu, é possível que a taxa de juro aumente mais uma vez, e depois nos jornais de papel, a renda do crédito á habitação subiu, blah blah blah.

Vinha num cantinho pequenino em letras que até me apreciam mais pequenas, apenas pareciam, porque não eram, que dizia, a confiança dos portugueses está a aumentar.

Enfim, cortem o tempo de um noticiário para 15 minutos e somos todos mais felizes.

Tags:


josedasilva @ 10:51

Qui, 09/03/06

Mais um blog na blogoesfera, desta feita o Miguel Andrade decidiu entrar na "moda", como ele apelida, dos blogs.

Aqui fica a minha nota de boas vindas e o dar a conhecer que chegou mais um blog, entrou sem bater, mas chegou.

Vou ficar de olho nele a ver o que escreve, espero que escreva alguns artigos de interesse para a malta da programação, gestão e marketing :)

Já que estamos na onda dos blogs, deixo aqui mais uma vez o o blog do karlus, que dia que passa mais me convenço que é um śerio candidato a blog do ano :) português na área das TI.

Tags:


josedasilva @ 15:55

Qui, 02/03/06

Numa tentativa de aumentar o número de dominios de topo e subdominios .PT a DNS.PT efectuou uma descida significativa de preços.

Os novos preços:

.com.pt (1 ano = 17 Euro)
outros (1 ano = 22 euro)

    Para uma tabela mais completa, é só visitar o site da DNS.PT.



    josedasilva @ 13:52

    Qui, 02/03/06

    Qualquer empresa ou individuo com ambição e objectivos, efectua um plano de acção para os concretizar em determinado espaço de tempo, existem algum pontos muito importantes de modo a conseguir atingir os mesmos no final desse mesmo periodo, no meu caso os objectivos são anuais:

    Alguns dos metodos que uso são:

    1. Desenho o plano entre 15 de Dezembro e 1 de Janeiro para o ano seguinte.

    2. As seguintes datas, 1 Abril, 1 Julho, 1 Outubro  e 1 Janeiro são reservadas a avaliação.

    3. Em cada 1 das datas de avaliação de desempenho e percentagem de obtenção de objectivos, são ajustados os meios programados para atingir os objectivos, caso necessário.

    4. Em cada 1 desses pontos de avaliação, tenho delineado um bónus pessoal no caso de obtenção em mais de 75% dos objectivos, esses bónus são a titulo de exemplo, fins de semana fora, viagens de lazer, bens materiais como livros, material informnático, entre outros, são apenas pontos de motivação


    Os objectivos podem ser de várias formas:

    1. Notoriedade de alguma forma

    2. Objectivos financeiros, como são o caso de facturação Y em determinado periodo de tempo ou em determinada área

    3. Expansão do negócio para áreas que até então não estão abrangidas

    4. Afirmação do nome na área de actividade


    Os objectivos diferem de ramo para ramo, usualmente estão sempre virados para uma vertente financeira.
    O importante é, por um lado os objectivos serem reais e ao mesmo tempo motivadores, para por um lado incentivar ao cumprimento dos mesmos e por outro manter-me motivado na linha de tempo a que se destina o plano.


    Blog pessoal de José Silva. Sou programador informático, nos últimos anos dedicado quase exclusivamente ao PHP.
    Março 2006
    Dom
    Seg
    Ter
    Qua
    Qui
    Sex
    Sab

    1
    2
    3
    4

    5
    6
    7
    8
    9
    10
    11

    12
    13
    14
    15
    16
    17
    18

    19
    20
    21
    23
    24
    25

    26
    31


    Pesquisar
     
    subscrever feeds
    blogs SAPO